Fundação Dom Cabral
00A1BE FFFFFF
 

Publicação

Liderança 4.0: um estudo prático em uma grande companhia de transporte e logística do Brasil.
Buscar apenas publicações disponíveis para download
Baixe o pdf https://ci.fdc.org.br/AcervoDigital/Disserta%C3%A7%C3%B5es%20FDC/MPA%202020/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Elmo%20Magnavita.pdf Baixe o Abstract  

Liderança 4.0: um estudo prático em uma grande companhia de transporte e logística do Brasil.

2.020 2020.  152 f. MAGNAVITA, Elmo Moreira. Dissertações FDC Magnavita, Elmo Moreira MAGNAVITA, Elmo Moreira. Este estudo tem por objetivo investigar a liderança 4.0 em uma das maiores empresas de
logística e transporte do Brasil. Sua contribuição é arquitetada para medir a aderência dos
conceitos difundidos nesse modelo nos gestores dessa empresa, de forma a identificar em seus desempenhos a criação de sentido nas ações, promoção de conexões e, trabalho em rede, atuando com responsividade dentro de um sistema colaborativo. Essa transformação é imperativa, uma vez que modelos de liderança conhecidos (carismática, diretiva/transacional, relacional/transformacional) não terão lugar neste novo mundo organizacional regido pela quarta revolução industrial. Caberá a esse novo líder criar ambientes certos para que as redes colaborativas prosperem de forma que ideias, decisões e orientações sejam provenientes das comunidades fervilhantes de consumidores, parceiros, analistas, algoritmos e recursos pagos, e não diretamente dele. Para descrever a investigação que realiza os objetivos deste estudo, foi escolhida a metodologia Q, por seu poder na identificação de fatores que alicerçam a construção da liderança. O objetivo principal dessa metodologia é discernir as percepções das pessoas sobre seu mundo do ponto de vista da autorreferência, sendo utilizada para avaliação da subjetividade. Essa metodologia possibilita a integração de procedimentos qualitativos e quantitativos, estabelecendo uma ponte entre metodologias tradicionais, permitindo que uma possa enriquecer e complementar a outra. A base da pesquisa foi composta por 27 sujeitos, os quais foram avaliados quanto às variáveis de caracterização e por 72 afirmações da escala Q, sendo obtidos dois grupos por similaridade das respostas através da análise multifatorial invertida. Os dados identificados no estudo permitem-nos apontar para um perfil interessante de liderança e em transformação diante dos desafios apresentados pela quarta revolução industrial, no que tange a sua caracterização, estrutura, conexões, modelos mentais e perfis adaptativos.
Português Documento Eletrônico