00A1BE FFFFFF
 

Publicação

Trajetórias de carreira na enfermagem: uma análise com profissionais em distintos grupamentos etário-geracionais.
Buscar apenas publicações disponíveis para download
Baixe o pdf http://acervo.ci.fdc.org.br/AcervoDigital/Artigos%20FDC/Artigos%20FDC%202017/Trajetorias%20de%20carreira%20na%20enfermagem.pdf Baixe o Abstract  

Trajetórias de carreira na enfermagem: uma análise com profissionais em distintos grupamentos etário-geracionais.

  São Paulo, Revista de Gestão em Sistemas de Saúde, v.6, n. 2, p. 100-113, maio/ago 2017.   SILVA, Rodrigo Gomes da;  SANT'ANNA, Anderson de Souza. Artigo Silva, Rodrigo Gomes da SILVA, Rodrigo Gomes da;  SANT'ANNA, Anderson de Souza. Este artigo tem como propósito central investigar trajetórias de carreira em duas categorias de profissionais de enfermagem - Auxiliar de Enfermagem e Técnico de Enfermagem - considerando diferentes grupamentos etário-geracionais a que se associam. Em termos metodológicos a pesquisa que subsidiou seus resultados pode ser caracterizada como de natureza qualitativa, conduzida por meio do método de estudo de casos múltiplos. A pesquisa compreendeu entrevistas em profundidade e semiestruturadas. Os relatos obtidos foram tratados com base nos procedimentos prescritos para a técnica de evocação de imagens. Como resultado, pode-se observar que as três gerações apontaram peculiaridades quanto ao perfil e valores profissionais requeridos. A entrevistada da geração Babyboomer apresenta-se mais “fiel” à profissão, ao trabalho em si e às instituições a que se vinculam, desenvolvendo nas mesmas carreiras longas. Já o profissional da Geração X demonstra, comparativamente aos Babyboomers, maior valorização à sua carreira individual vis-à-vis ao trabalho em si e ao “apego” organizacional. A entrevistada da Geração Y, por sua vez, demonstrou, comparativamente aos dois outros grupamentos, menor vinculação à carreira, instituição e ao trabalho em si, relevando-se mais intolerante, contraditória; movimentando-se com maior intensidade no mercado de trabalho. Em suma, o conjunto dos achados corroboram percepções empíricas, bem como dados de pesquisas científicas que apontam para diferenças quanto à compreensão da noção de carreira entre distintos grupamentos geracionais que atualmente convivem nos contextos organizacionais. Português 05