Fundação Dom Cabral
00A1BE FFFFFF
 

Publicação

Mal-estar na periferia da acumulação flexível: o caso Previ "Má-ravilhosa".
Buscar apenas publicações disponíveis para download
Baixe o pdf http://acervo.ci.fdc.org.br/AcervoDigital/Artigos%20FDC/Artigos%20FDC%202018/Mal-estar%20na%20periferia%20da%20acumula%C3%A7%C3%A3o%20flex%C3%ADvel.pdf Baixe o Abstract  

Mal-estar na periferia da acumulação flexível: o caso Previ "Má-ravilhosa".

2.018  Horizontes Interdisciplinares da Gestão, v. 1, n. 2, art. 1, p. 1-25, out/2018.   FERREIRA, Jaqueline;  SANT'ANNA, Anderson de Souza;  SANTOS, Tânia Coelho dos. Artigo Ferreira, Jaqueline FERREIRA, Jaqueline;  SANT'ANNA, Anderson de Souza;  SANTOS, Tânia Coelho dos. O contemporâneo é marcado por tempos de “acumulação flexível”, sintomatizados no movimento do capital, sob o comando do mercado financeiro mundializado. É nesse contexto que se insere a proposta deste artigo, o qual tem como propósito apresentar resultados de
pesquisa desenvolvida junto a profissionais e dirigentes de um dos símbolos do capitalismo financista nacional - a Previ -, com o objetivo de investigar especificidades das relações e do ambiente de trabalho, que apontam para efeitos da introdução de elementos associados à nova estética do capitalismo, sobre os mal-estares dos sujeitos que nela ainda vivem do trabalho.
Como resultado é possível identificar a prevalência de dinâmica organizacional e relações de trabalho fortemente marcadas por pares-antitéticos: “Cedidos versus devolvidos”, “indicados versus eleitos”, “bacanas versus sacanas”; “curto-prazo versus longo-prazo”, “estabilidade versus dependência”, “favorecimento versus punição”, “público versus privado”, “veteranos versus novatos”, “passado versus futuro”.
Português