Fundação Dom Cabral

 

FDC participa de estudos de cooperação entre Brasil e Suécia

Data: 06/04/2017
A convite do Governo da Suécia, a Fundação Dom Cabral (FDC) participou de um estudo inédito sobre cooperação no setor aeronáutico e a transferência de tecnologia entre Brasil e Suécia, elaborado pela Swedish Agency for Growth Policy Analysis em parceria com a Universidade de Linköping e o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

O estudo foi apresentado nesta quinta-feira (6) ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e à delegação da Suécia, liderada pelo secretário de Estado de Indústria e Inovação, Niklas Johansson, durante o seminário Spill Over Effects - The Pathway Towards Co-Creation, realizado em Brasília.

O professor da FDC, Carlos Arruda, explica que a aquisição de caças Gripen NG, produzidos pela empresa sueca SAAB, foi uma grande oportunidade para que o Brasil tenha acesso a novas tecnologias. “O desenvolvimento da inovação acontece não só pelo o que é realizado dentro do país, mas também pelas cooperações com outros Estados. Essa é uma transferência de alto potencial tecnológico”, completa.

A realização do estudo visa entender de que forma o projeto Gripen pode servir como objeto de aproximação entre Suécia e Brasil para uma cooperação estratégica mais ampla. Segundo Arruda, os resultados da pesquisa apontam a necessidade do governo brasileiro investir em políticas públicas e instrumentos de apoio para que a cooperação aconteça. “Além disso, pudemos identificar que as empresas brasileiras, envolvidas direta ou indiretamente na fabricação dos caças, precisam se preparar melhor para absorver as novas tecnologias que serão apresentadas a partir dessa transferência”, sinaliza o professor.
X

Encontre um programa

Tema



















Localidade

Duração

Nível Hierárquico

Acompanhe nas redes